examesnovoatualizado


Os exames de laboratório são uma série de exames ou testes indicados pelo médico e realizados em laboratório de análises clínicas, afim de diagnosticar ou atestar uma doença.

Os exames também podem ser utilizados para a realização de exames de rotina, conhecidos preventivo como check-up.

Para a coleta de sangue os pacientes passam por profissionais habilitados que devem fazer essa coleta de uma ou mais amostras que a após preparo serão analisadas.

É de grande importância a anamnese, aonde o paciente deve ser franco a fim de saber se este paciente faz o uso de medicamentos, pois, além disso, erros no jejum recomendado podem comprometer os laudos.

Os exames mais comuns são o de sangue, conhecido como hemograma e os exames de urina (EAS) e fezes (EPF). Além desses existem uma série de exames laboratoriais para diferentes tipos de situações.

Coleta de Sangue

Os cuidados que devem ser tomados pelo paciente num exame de sangue são:

Não fazer exercícios físicos até 24 horas, antes do exame;

Não ingerir bebidas alcoólicas por até 48 horas, antes do exame;

Comunicar ao médico o uso de medicamentos controlados;

De preferência, o paciente deve se manter em jejum num período com mais de 4 horas, exceto recém-nascidos, que podem se alimentar até 2 horas, antes do exame.

Ou ainda de acordo com prescrição do médico ou do laboratório.

Alguns Tipos de Exames de Laboratório

Exames de Sangue

Os exames de sangue são realizados a partir de amostras desse material. A sua análise é importante, pois o sangue percorre todo o corpo executando várias tarefas, sendo uma delas o transporte de substâncias. Assim, é possível descobrir qualquer doença que se desenvolva nas partes do corpo humano. Veja alguns desses exames:

Exame de Hemograma

O hemograma é um exame realizado para a verificação da quantidade de células sanguíneas no corpo, plaquetas, glóbulos brancos e glóbulos vermelhos.

Exame de Colesterol

Exame feito para conferir os valores de colesterol dos tipos LDL, VLDL e HDL.

colesterol do tipo LDL e VLDL são considerados ruins e quando se acumulam nos vasos sanguíneos, podem obstruí-los e promover a aterosclerose, doença cardíaca que provoca o estreitamento dos vasos sanguíneos. Se esse colesterol ruim for elevado, o indivíduo pode sofrer um infarto.

Já o HDL é o colesterol bom que elimina o colesterol ruim dos vasos sanguíneos. Quanto maior o seu valor, mais prevenido o indivíduo estará da aterosclerose. Para controlar o colesterol existem os valores de referência, que são valores ideais da quantidade de uma determinada substância, identificados por observação ou mensuração dentro da interpretação laboratorial.

O colesterol total, ou seja, a soma de todos os tipos pode ser definida de acordo com os valores de referência.

Exame de Glicemia

Exame conhecido também como teste de glicose avalia a quantidade dessa substância presente no organismo. É ideal para pessoas com diabetes, para fazer o seu controle durante o tratamento ou para diagnosticar a doença. Para a realização desse exame, o indivíduo deve estar em jejum de no mínimo 8 horas.

Exame PCR

Exame que identifica quadros infecciosos dentro do organismo. E é muito utilizada em laboratórios para investigação biológica e médica como diagnosticar doenças hereditárias, infecciosas, etc.

Exame Creatinina e Uréia

Exame realizado para verificar o funcionamento dos rins. A principal função desse órgão é filtrar o sangue, retirando toxinas como a creatinina e a uréia. Se os valores dessas substâncias estiverem altos, os rins podem estar com problemas de funcionamento. A partir dos valores de creatinina e uréia, é possível ver o volume de sangue que está sendo filtrado por minuto (taxa de filtração glomerular). Quando essa taxa está abaixo de 60 ml/minuto, o indivíduo pode estar sofrendo de insuficiência renal.

Exame Albumina

É a proteína mais importante do plasma humano, que existe em maior quantidade no sangue e é sintetizada pelo fígado, auxiliando no diagnóstico de doenças como a cirrose. Essa proteína é responsável por regular a pressão do sangue.

Exames Fósforo, Cálcio Sódio e Potássio

Exame responsável por verificar os valores desses minerais no corpo. Se houveram alterações desses minerais no organismo, o médico deverá investigar o motivo delas.

TGP e TGO

Esses exames analisam a saúde das células do fígado. Se os valores estiverem alto, significa que há lesões nas células hepáticas, indicando doenças como a hepatite.

T4 Livre e TSH

Exames utilizados para verificação do funcionamento da tireoide e é utilizado para identificar doenças como o hipertireoidismo e hipotireoidismo

Ácido Úrico

Esse exame serve para diagnosticar o aparecimento de doenças como cálculos renais e gota. O ácido úrico é uma substância extraída da utilização de proteínas no organismo e é transportada pelo sangue para ser eliminada. Para realizar esse exame é necessário fazer um jejum obrigatório de 8 horas.

Outros exames bastante comuns são:

Urina Tipo 1 (EAS)

Exame simples que consiste em analisar a função dos rins e também identificar infecções urinárias. Já a urocultura é outro tipo de exame mais complexo que identifica a existência da infecção urinária, a bactéria causadora e verifica quais são os antibióticos necessários para combater a infecção. Para recolhimento desses materiais:

* Não é necessário jejum;

* Usar o material cedido pelo hospital;

* Para homens: não colher o “primeiro jato”, começar a colher no meio da micção;

* Para mulheres: não colher urina se estiver usando alguma pomada ou em período de menstruação;

* Coletar a primeira urina da manhã ou de duas horas após a última micção.

Fezes (EPF)

O exame parasitológico das fezes é utilizado para verificar a presença de bactérias e parasitas nas fezes, sangramento gastrointestinal, distúrbios hepáticos, etc. Para o recolhimento desses materiais é necessário:

* Usar o coletor para tal fim;

* Tomar cuidado para não misturar as fezes com urina ou líquido do vaso sanitário;

* Colher muco ou sangue que possa ter saído junto às fezes.

A um universo de exames que podem ser solicitados por médicos, enfermeiros, dentistas, nutricionistas para auxiliar na prevenção, acompanhamento, diagnóstico ou causa.

Tenha sempre atenção as recomendações dos profissionais de saúde nos momentos antecedem a coleta em laboratório. A importância de preservar as condições do organismo para não interferir na amostra coletada e a ser analisada bem como no aguardado laudo.

Fechar Menu